EM BUSCA DA SABEDORIA

Minha vida é como um livro, cada dia uma página, a cada hora um novo texto, a cada minuto uma palavra, e neste segundo o benefício das plantas que fazem milagres, não será por acaso que quando se constrói uma casa, pouco tempo depois, começam a nascer as plantas que
Fazem a nossa vida ter sentido. Em cada uma delas trás um significado e que se chama de mezinha, é com elas que vamos atenuando e até curando os males do corpo e da alma. Foi por este motivo que dei a este blogue o Milagre da Plantas.

enfeite da apresentação

sexta-feira

ALCARAVIA

Pequena umbelífera branca a que os Gregos
Chamavam karon e os Árabes karwaia, e que
Na Idade Média era conhecida por carvi,
Encontra-se geralmente em climas frios.
Conhecido na Antiguidade devido às suas,
Virtudes carminitivas, o fruto da alcaravia,
De cheiro agradável, é muito usado nos paí-
Ses nórdicos para aromatizar produtos de
Pastelaria e charcutaria, pão e queijos fer-
Mentados, especialmente a qualidade Muns-
Ter. a planta inteira é uma boa forragem que
Deve ser incluída nos prados destinados a
Pastagens; quando seca, facilita a digestão e
As secreções lácteas das vacas e das ovelhas;
Uma colher de sopa bem cheia de sementes
Misturadas, durante uma semana, à ração
Quotidiana de aveia é um tónico para os ca-
Valos. Nociva para as aves pequenas, é tão
Apreciada pelos pombos que um pouco de
Alcaravia adicionada à ração os conserva
Fiéis ao pombal. A alcaravia diferencia-se
Da cenoura brava pelas suas flores brancas;
As sementes são frequentemente confundidas
Com as dos cominhos.




2 comentários:

  1. Adoro saber mais sobre as plantas e tu as mostras muito bem! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Esta ainda não tinha ouvido e interessante esta cativação dela aos pombos.
    Belo trabalho Anabela.

    ResponderEliminar

Em cada palavra, em cada gesto ou em cada sorriso, consegues levar um pouco de felicidade a quem já perdeu tudo na vida.
Só assim um coração triste volta a ter esperança.
O teu comentário seja bom, ou mau, será para quem o recebe uma gota de orvalho que seca ao nascer do sol, mas que não deixa morrer de sede a quem a bebe.